Aqui você encontra um pouco sobre aqueles que fazem o Fantasticon acontecer atualmente
(por ordem de chegada).

Silvio Alexandre é editor. Criou e dirigiu várias coleções de literatura fantástica e de quadrinhos. Trabalha como consultor editorial e parecerista, além de desenvolver projetos editoriais junto a várias editoras. É o criador do “Fantasticon – Simpósio de Literatura Fantástica”, o mais prestigiado evento do gênero no Brasil. Curador e organizador de vários outros eventos literários. Membro da Comissão Organizadora do Troféu HQMIX, o principal prêmio dos quadrinhos no País. Site: www.universofantastico.com.br  Twitter: @silvioalex

Tiago Castro é publicitário, roteirista, estrategista transmídia e aspirante a escritor de literatura fantástica. É o criador do Universo Insônia, onde escreve sobre cinema, literatura, quadrinhos e cultura fantástica em geral. Foi jurado e organizador da primeira edição do concurso Hydra, criado pelos escritores norte americanos Christopher Kastensmidt e Orson Scott Card. Twitter: @castrinho

Claudio Brites é pai de dois filhos. Formado em Letras e Mestre em Linguística, atualmente cursa graduação em Psicologia. É editor da Terracota Editora. Organizou algumas coletâneas, tem publicado textos esparsos e em 2010 lançou um romance fantástico, A Tríade, em coautoria com mais três. Seu primeiro romance, Talvez, foi contemplado pelo Programa de Ação Cultural – Proac 2011 – da Secretaria Estadual de Cultura, e publicado em 2013. Facebook.com/claudiozedbrites. Twitter: @claudiobrites

Dana Guedes é meio escritora, meio designer, meio maluca e inteiramente apaixonada pelo universo fantástico de todos os tipos. Formada em Programação Visual, com especialidade em diagramação de editoriais. Lê muito e escreve desde criança, ganhou seu primeiro concurso literário aos 14 anos. Mas, só recentemente estreou como autora na antologia “Steampink”. A caminho têm mais duas antologias e um romance solo “V.E.R.N.E: De Jornadas e Revoluções”. Além disso, é aficionada pela cultura japonesa e roteiriza games. facebook.com/dana.guedes

AirShip Principe Negro flag
Grupo “AirShip O Príncipe Negro” é o primeiro grupo de Steampunk Pirates do Brasil. Formado por apreciadores de cultura retrofuturísta e de revivalismo fantástico, tem como pano de fundo um enredo “fantástico” que ancora todos os membros/ personagens sendo ambientado na História do Brasil.
Considera-se Pirata por ser independente e compartilhar de pensamentos comuns aos Piratas Urbanos, fazendo inclusive parte da aliança de Piratas Urbanos de São Paulo. Além de que na sua própria identidade fantástica, trata-se de um grupo de “Rebeldes idealistas que lutam por um mundo mais justo e sem opressão”. Na prática, o Grupo visa o encontro de pessoas de diversas idades que compartilhem dos mesmos gostos e pretendam a agregação familiar, assim como a divulgação do Steampunk e suas vertentes como expressão cultural. Os projetos da “tripulação”, são voltados à literatura, teatro, esgrima cênica, artes plásticas, música, jogos como RPG (Role Playing Game) e Live Action, assim como à moda e estilo.