SÁBADO – dia 15 de setembro

17h30 às 18h30

Fadas, duendes, bestas e seres da floresta faziam parte da vida cotidiana no início da Idade Média. As tradições celtas influenciavam boa parte do continente europeu. Essas diversas criaturas imaginárias deram origem a crenças populares que agiram como intermediários entre os humanos e o “outro mundo”. De fontes originárias há séculos aos dias de hoje, a criação de seres imaginários ainda é parte fundamental da nossa cultura. Longe de ser supérflua, acaba direcionando o desenvolvimento de nossas ideias mais do que imaginamos.

Karin Thrall é diretora editoral e produtora na Anadarco Editora & Comunicação. Doutorou-se em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, desenvolvendo pesquisas sobre a cultura e a configuração dos ambientes humanos. Como autora, organizou os livros Artes Cênicas sem Fronteiras e a Coleção Corpo em Cena, ambos pela Anadarco. Seu fascínio pela comunicação humana e pelos seres imaginários e sua grande reverência pelo mundo natural é o que movem seu trabalho cotidiano.


Ana Cristina Rodrigues é historiadora, escritora, editora e tradutora. Autora da antologia de contos curtos “AnaCrônicas” e organizou as coletâneas “Espelhos Irreais”, “O Melhor do Desafio Operário”, “Bestiário”, além de ter sido editora da Llyr Editorial, selo da Vermelho Marinho. Tem contos publicados em várias coletâneas e sites no Brasil e no exterior. Foi a única mulher a presidir o Clube de Leitores de Ficção Científica e fundou a Fábrica dos Sonhos.


Simone O. Marques é pedagoga e mestre em educação. Trabalhou com alunos de Educação Infantil à Pós-Graduação, formou professores e participou do Projeto Alfabetização Solidária. Desde 2007, dedica-se a escrever ficção e fantasia. Autora dos livros “Paganus”, “Triskle”, “Tribo de Dana”, “Era de Aquário”, “Agridoce” e “Os Deuses do Mar”. Tem contos publicados em diversas antologias de terror, suspense e fantasia.